Plano B

Se tudo der errado, como já começou a dar, vamos para a França com visto de estudante, fazer francês. Primeiro íamos pela Aliança Francesa de Paris, mas era 700 euros por mês, um valor inviável para nós.

Ontem, depois do desespero que passamos com a história da cidadania, encontramos a France Langue (reconhecida pelo Ministério da Educação francês, ou seja, super digna), que tem um curso de um ano por 5200 euros, muito mais cabível ao nosso orçamento.

Quando estivermos fluentes, vamos preparar nosso dossiê para nos candidatarmos em alguma universidade. Eu queria fazer mestrado em História da Arte, mas encontrei outras possibilidades de curso bem interessantes. Para quem pensa em estudar na França, recomendo dar uma olhada no Campus France, órgão do governo que faz o intermédio entre estrangeiros e as universidades – lá também tem uma lista com os cursos de francês reconhecidos.

Por enquanto, é isso, mas pode ser que amanhã tudo mude!

Um pensamento sobre “Plano B

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s